As 10 fases do consumo da maconha
By Cláudio

As 10 fases do consumo da maconha

Compartilhe

As 10 fases do consumo da maconha

1ª fase: O relaxamento – você começa a rir de coisas bobas e tem a sensação que seus problemas acabaram.

2ª fase: Negação – apesar de você estar pra lá de Bagdá, você continua falando que está bem e começa a “filosofar”. De repente, você se torna um intelectual capaz de fazer reflexões “profundas” sobre a vida.

3ª fase: Amizade – você começa a se sentir pertencente a um grupo de “mente aberta” e moderno, em contraposição a uma sociedade careta e retrógrada. Ali, todos do grupo, inclusive o traficante, são seus amigos do “peito”

4ª fase: Cegueira – Nesta fase, a maconha é o “elixir dos deuses”. Tudo se resolve com mais um baseado. Para dormir, para comer, para transar, para interagir… nada mais é possível sem um trago. Ai de alguém falar mal do “chá”

5ª fase: Invisível – nesse momento, você acha que está invisível e que ninguém está te vendo, portanto, acha normais os olhos vermelhos, a preguiça e a larica. Não sente o mal cheiro daquele baseado e acredita que ninguém nem percebeu, quando na verdade todo mundo está te olhando!

6ª fase: Momento da verdade – Seus reflexos comprometidos, sua desmotivação pela vida vai te desorganizando de tal maneira que a perda do foco, a bagunça do ambiente e das suas finanças é tão grande que fica impossível de ninguém ver, exceto você que acha tudo normal. A maconha entra e o seu futuro sai.

7ª fase: Nostalgia – Neste instante, o prazer da droga dominou você de tal maneira que você passa a viver dos momentos prazerosos que acumulou durante sua vida. O distanciamento da família e dos colegas caretas é inevitável

8ª fase: Línguas – é a hora de falar com os “Et’s”, sinais de possíveis transtornos psiquiátricos, especialmente a esquizofrenia;

9ª fase: Depressão e ansiedade. Depressão por uso e ansiedade pelo não uso.

10 ª fase: Amnésia – Depois de TODAS as merdas feitas, a culpa é sempre do sistema e dos meus pais e demais familiares que não me compreendem.  

É importante ressaltar que a maconha, diferente do que muitos dizem, é uma droga que possui cerca 421 produtos químicos diferentes IN NATURA, sem contar as misturas que os “comerciantes” desta droga colocam na mesma. Dentre estes produtos, o THC (TetraHidroCanabinol) é o único que provoca o efeito psicoativo da droga.

Outra característica interessante da maconha é que só ela produz o efeito cumulativo no organismo, ou seja, ela vai acumulando nos tecidos gordurosos do nosso corpo e pode demorar até 40 dias para sair. Se durante este período a pessoa fumar 20 baseados, ela terá o efeito de todos eles no organismo.

Não se iludam: A MACONHA É DROGA…E DROGA PESADA.

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo clínico – Especialista em DQ e codependência

  • No Comments
  • Junho 8, 2024
× Como posso te ajudar?