Drogas eletrônicas: O que se pode fazer?
By Cláudio

Drogas eletrônicas: O que se pode fazer?

Compartilhe

Drogas eletrônicas: O que se pode fazer?

Como não é possível eliminar estas drogas eletrônicas, precisamos fazer um bom uso delas para o nosso crescimento pessoal e do próximo. Neste sentido vão aqui algumas dicas:

1 – Selecione a programação que seus filhos menores de idade possam assistir. Contrate um técnico e coloque senhas de segurança bloqueando todos os programas e sites de conteúdo adulto;

2 – Estabeleça limites de horário para o início e para o fim da atividade;

3 – Condicione o uso do computador ou celular ao bom desempenho escolar;

4 – Não deixe o aparelho no quarto do adolescente. Remova-o para um local mais social, onde todos possam ter acesso ao conteúdo acessado;

5 – Recolha o celular sempre que seu filho for dormir. Isto evita a conexão horas a fio durante a madrugada nas redes sociais;

6 – Adie o máximo possível o acesso das crianças aos aparelhos celulares. Isto pode evitar o surgimento de um dependente no futuro;

7 – Programe atividade longe do mundo eletrônico: jogar bola, visitar um zoológico, ir ao cinema, ao teatro, ao parque, ao clube, a igreja, etc.;

8 – Dê exemplo, afinal, você também pode estar se viciando.

9 – Busque tratamento psicológico se a situação fugiu do controle;

10 – Procure construir laços afetivos dentro do lar. São eles que formam uma verdadeira família;

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clinico – Especialista em Dependência Química

  • No Comments
  • Maio 25, 2024
× Como posso te ajudar?