Oração da serenidade e a saúde
By Cláudio

Oração da serenidade e a saúde

Compartilhe

Oração da serenidade e a saúde

Na construção de Alcoólicos Anônimos, a Oração da Serenidade foi o mais valioso tijolo, de fato foi a pedra angular. (Bill W.) A Oração da Serenidade está profundamente enraizada na vida e no espírito de Alcoólicos Anônimos.

A descoberta de suas origens, de sua autoria, tem sido verdadeiro jogo de esconde-esconde entre pesquisadores dentro e fora de A.A.. A história de sua chegada à nossa Irmandade, há 50 anos, é conhecida. É Bill W. quem conta: “Pouco antes da saída de Ruth, o jornalista Jack, um membro de A. A. de Nova Iorque, chamou nossa atenção para um recorte de jornal, cujo conteúdo viria a ser famoso. Tratava-se de uma notícia da seção de necrologia de um jornal de Nova Iorque. Sob o relato comum de uma pessoa falecida apareciam as seguintes palavras:

 “Conceda-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar e coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras’.”

​ ​Todos, em nosso escritório da Rua Vesey, em Manhattan, ficaram vivamente impressionados com o conteúdo e sabedoria da oração. “Nunca tínhamos visto tanto de A. A. em tão poucas palavras”. Desta forma, uma oração que ninguém sabia de onde viera, impressa numa simples noticia do óbito de uma pessoa desconhecida, tornou-se uma prece de uso diário por milhares de membros de A. A. em todo o mundo.

Revista do AA – Vivência n° 22 – Out/Nov/Dez 1992

Meu comentário:

Hoje esta oração é feita no início e ao final das reuniões de quase todos os grupos de ajuda mútua. Nos momentos difíceis ela é capaz de serenar a nossa mente e nos ajudar a separar o que esta ao nosso alcance para mudar e o que não está, trabalhando a aceitação desta última condição.

No quadro é possível usar este principio simples e objetivo, mas provido de muita sabedoria, a oração da serenidade no contexto do Covid19. Refletindo sobre isto é possível chegar a uma saúde mental suficiente para superarmos todos os desafios que a pandemia nos apresenta.

Ter serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar (parte de cima da foto)e coragem modificar aquelas que eu posso ( parte de baixo da foto) é uma atitude de muita sabedoria. Vale a pena tentar!

Autor: Cláudio Martins Nogueira – psicólogo clínico

  • No Comments
  • Abril 20, 2024
× Como posso te ajudar?