Genocídio é genocídio
By Cláudio

Genocídio é genocídio

Compartilhe

Genocídio é genocídio

Genocídio segundo é definido como “o extermínio deliberado de um povo – normalmente definido por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas e, por vezes, sociopolíticas – no total ou em parte.” (Wikipedia)

Nesta definição, não explicita o tamanho da barbárie, ou seja, se é 100 pessoas ou 6 milhões de civis mortos por um exército de um país. O que estamos vendo na faixa de Gaza e na Cisjordânia sem sombra de dúvidas é um genocídio. Um dos exércitos mais bem armados do mundo avançando sobre um povo, matando milhares de civis (crianças, mulheres, idosos), deixando a relento milhões de pessoas sem casa, sem comida e sem trabalho.

A desculpa é o ataque de sete de outubro provocado pelos terroristas dos Hamas. Se Israel tivesse realmente a intenção de acabar com este grupo, deveria invadir a faixa de Gaza por terra com seus soldados (mais de 600 mil) e entrar em confronto direto com 40 mil terroristas. Por que não fez isto? Preferiu jogar bombas em hospitais, escolas e nas cidades, provocando um verdadeiro genocídio do povo palestino.

Somos contra os Hamas e Israel. Um crime não justifica o outro.

Muito obrigado pelo apoio e não deixem de seguir nossas redes sociais:

Visite nosso site: www.portaldasobriedade.com.br

 Siga-nos nas redes sociais: Instagram – @claudiopsicologoemdq

         Facebook: @claudiomartinspsicologo 

  • No Comments
  • Abril 6, 2024
× Como posso te ajudar?