Lemas do AA/NA – Evite o primeiro gole e frequente as reuniões
By Cláudio

Lemas do AA/NA – Evite o primeiro gole e frequente as reuniões

Compartilhe
  • Evite o primeiro gole e frequente as reuniões –

Este lema sem sombra de dúvida é um dos mais famosos do AA. O grupo dos Narcóticos Anônimos (NA) faz a adaptação: Evite a primeira dose e frequente às reuniões. Baseado neste lema é possível perceber que é impossível um adicto fazer uso social da droga, seja ela qual for.

Levando em consideração este lema da recuperação, podemos perceber que a ideia da chamada “política de redução de danos é um equívoco”.  Não existe drogas leves para um adicto. Qualquer uma vai leva-lo a um estágio de degradação humana.

Se a redução de danos for adotada como apenas um degrau para alcançar a abstinência e a sobriedade, ela tem sentido, mesmo porque na prática ela já é adotada nos grupos anônimos. Exemplo clássico é o alcoolista que consegue parar de beber e continua fumando e, com o tempo, ele toma a decisão de parar de fumar também.

Infelizmente, a grande maioria não toma esta decisão e, acreditando que o mal maior (o alcoolismo) está sendo superado, continua usando e abusando do tabaco e, não raras vezes, será vítima do tabagismo.

A Redução de Danos não deve ser adotada como um tratamento, mas sim, como um processo até chegar no mesmo, ou seja, na abstinência e na sobriedade. Ao contrário, a Redução de Danos passa a ser mais uma facilitação ao uso/abuso, adiando mais ainda o famoso “fundo do poço” e, consequentemente, a possibilidade de alcançar o tratamento e a sobriedade

.

Experiências não faltam que comprovam esta realidade. Os grupos anônimos possuem milhares de casos de recaídas frequentes de membros que desobedecem a este lema e retomam o uso abusivo das substancias.

Quer ficar sóbrio? Escute quem mais entende de sobriedade no mundo: Os grupos de apoio.

Obs. Nas próximas edições vamos abordar os outros lemas abaixo. Não percam!

02) – Viva e deixe viver!

03) – Primeiro as primeiras coisas!

04) – Vá com calma…, mas vá!

05) – Só por hoje!

06) – Não se deixe levar muito a sério!

07) – Só pela graça de Deus!

08) – Não se desespere!

09) – Pense!

10) – Um dia de cada vez!

11) – Saia da direção!

12) – Isto também passará!

13) – Ame o seu vizinho; mas… faça a sua cerca!

14) – Não espere nada dos outros!

15) – Entregue-o…!

16) – Eu não parei. Rendi-me!

17) – A paciência pode mais que a sabedoria!

18) – Pense antes de beber. A hora de procurar o padrinho é antes. Não depois

19) – Evite pessoas, coisas e lugares.

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico – Especialista em dq.

Lemas do AA/NA

  • Evite o primeiro gole e frequente as reuniões –

Este lema sem sombra de dúvida é um dos mais famosos do AA. O grupo dos Narcóticos Anônimos (NA) faz a adaptação: Evite a primeira dose e frequente às reuniões. Baseado neste lema é possível perceber que é impossível um adicto fazer uso social da droga, seja ela qual for.

Levando em consideração este lema da recuperação, podemos perceber que a ideia da chamada “política de redução de danos é um equívoco”.  Não existe drogas leves para um adicto. Qualquer uma vai leva-lo a um estágio de degradação humana.

Se a redução de danos for adotada como apenas um degrau para alcançar a abstinência e a sobriedade, ela tem sentido, mesmo porque na prática ela já é adotada nos grupos anônimos. Exemplo clássico é o alcoolista que consegue parar de beber e continua fumando e, com o tempo, ele toma a decisão de parar de fumar também.

Infelizmente, a grande maioria não toma esta decisão e, acreditando que o mal maior (o alcoolismo) está sendo superado, continua usando e abusando do tabaco e, não raras vezes, será vítima do tabagismo.

A Redução de Danos não deve ser adotada como um tratamento, mas sim, como um processo até chegar no mesmo, ou seja, na abstinência e na sobriedade. Ao contrário, a Redução de Danos passa a ser mais uma facilitação ao uso/abuso, adiando mais ainda o famoso “fundo do poço” e, consequentemente, a possibilidade de alcançar o tratamento e a sobriedade

.Experiências não faltam que comprovam esta realidade. Os grupos anônimos possuem milhares de casos de recaídas frequentes de membros que desobedecem a este lema e retomam o uso abusivo das substancias.

Quer ficar sóbrio? Escute quem mais entende de sobriedade no mundo: Os grupos de apoio.

Obs. Nas próximas edições vamos abordar os outros lemas abaixo. Não percam!

02) – Viva e deixe viver!

03) – Primeiro as primeiras coisas!

04) – Vá com calma…, mas vá!

05) – Só por hoje!

06) – Não se deixe levar muito a sério!

07) – Só pela graça de Deus!

08) – Não se desespere!

09) – Pense!

10) – Um dia de cada vez!

11) – Saia da direção!

12) – Isto também passará!

13) – Ame o seu vizinho; mas… faça a sua cerca!

14) – Não espere nada dos outros!

15) – Entregue-o…!

16) – Eu não parei. Rendi-me!

17) – A paciência pode mais que a sabedoria!

18) – Pense antes de beber. A hora de procurar o padrinho é antes. Não depois

19) – Evite pessoas, coisas e lugares.

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico – Especialista em dq.

  • No Comments
  • Janeiro 17, 2024
× Como posso te ajudar?