Felicidade: um trabalho interior – Prática 04 – Precisamos Fazer da nossa vida um ato de amor – Parte 03
By Cláudio

Felicidade: um trabalho interior – Prática 04 – Precisamos Fazer da nossa vida um ato de amor – Parte 03

Compartilhe

Felicidade: um trabalho interior –

Práticas para alcançar a felicidade

NÚMERO 04 – Precisamos Fazer da nossa vida um ato de amor – Parte 03

O amor e o laboratório da vida

“Se algo nos perturba, é porque não exploramos inteiramente a causa da nossa infelicidade”. Pessoas desagradáveis são pessoas que sofrem. Ressentimos porque não conseguimos ver o sofrimento do outro. O ressentimento é uma forma de escravidão emocional.

“O preço para tornar minha vida um ato de amor significa reformular muitos dos meus hábitos e valores”.

Amor: um presente de Deus

“Deus não é limitado em suas dádivas” São Thomas de Aquino

O amor de Deus é para todos. Para quem tem fé ou não. Porém quem tem fé em Deus tem a possibilidade de ter uma relação amorosa com Deus. Deus é como uma tomada elétrica.

Assim, através da fé, precisamos dirigir nossa vida com a luz e a força divina. Devemos pedir a Deus que nos torne canais do seu amor, que preencha nossa fonte para que possamos dar de beber ao próximo.

Quando amamos, Deus se manifesta

Quando amamos, a graça de Deus flui para este mundo através do canal do nosso amor: curando-o endireitando suas linhas tortuosas, colando o que está fragmentado, iluminando sua escuridão. Somos apenas instrumentos de Deus. Por causa daqueles que amam, Deus mudará o mundo.

Amar todas as pessoas

“Nosso amor é um dom de Deus e ao mesmo tempo a condição para que Ele se manifeste em nós”. Somente quando nos conectamos com Deus seremos capazes de amar a todos, inclusive, nossos “inimigos”.

O amor nos faz felizes?

“A felicidade como subproduto do amor só pode ser aprendida através da experiência de amar”. “Se uma vida de amor é um conto de fadas, o inverso é um pesadelo”

O amor é a verdade que nos liberta

Quando nos relacionamos com “Um Deus amoroso que interage e se comunica conosco nos impulsiona para amar o outro”. “eles precisam que você os ame para que sabem como são bons”

Empatia – Colocar-se no lugar do outro é essencial para amá-lo

“Quando há o verdadeiro amor não existe a ansiedade e nem a preocupação. Isto é libertador”. A ansiedade e a preocupação surgem pelo egoísmo e pela vaidade.

“O amor é libertação, o amor suaviza a vida e a torna mais fácil. O amor quebra a tensão e a preocupação que temos com nós mesmos. O amor nos liberta para uma vida de paz. O amor nos dá a única e esperança concreta de felicidade duradoura

Suas ideias sobre o amor

1 – Escreva sua própria versão de “o que é o amor” e “o que não é amor” FAÇA SUAS LISTAS

2 – Faça uma lista:

a)         Dez pessoas que você conhece bem

b)         Coloque elas em ordem de acordo com a capacidade de cada uma em amar

c)         Coloque elas em ordem de quais são mais felizes

3 – Exercite sua empatia:

            Se coloque no lugar de alguém e veja com ela se você conseguiu compreendê-la

4 – Escreva um diário:

            Dos seus problemas, das suas dores físicas e emocionais e observe como estas coisas te afetou na sua capacidade de amar.

Baseado no livro: Felicidade: um trabalho interior – Autor: John Power

Editora Crescer

Adaptação:

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico – Especialista em DQ

  • No Comments
  • Janeiro 11, 2024
× Como posso te ajudar?