Personalidade Narcisista
By Cláudio

Personalidade Narcisista

Compartilhe

Personalidade Narcisista

Personalidade é a expressão de pensamentos, sentimentos e comportamentos, um estilo de vida e modo de interação interpessoal. Os traços de personalidade são influenciados pela experiência social, fatores culturais, econômicos, biológicos e psicológicos. São persistentes e constantes, porém, com pontos de estabilidade e mudanças durante o ciclo vital.

Os transtornos de personalidade correspondem a padrões rígidos e desarmônicos de comportamentos que se desviam, de modo significativo, do modo como um indivíduo médio pensa, sente e se relaciona consigo e com os outros e como lida com os eventos à sua volta, em uma determinada cultura.

A personalidade narcisista é caracterizada por atitudes de grandiosidade e superioridade, num infindável esforço para encobrir sentimentos de vazio e inferioridade. A constante e exacerbada busca por atenção, aprovação e admiração é a forma de alimentar as fantasias de ser único e especial, ter sucesso, poder, beleza, um amor e uma vida invejáveis. 

Pessoas com personalidade narcisista não conseguem ter empatia. São insensíveis ao sofrimento alheio, mas esperam atenção extrema às suas necessidades. Invejam as conquistas dos outros, mas se dizem invejados. Possuem elevado sentimento de posse de direitos e competitividade insuportável. Buscam pessoas de destaque e as utilizam como instrumentos para alcançar ganhos e vantagens, sem qualquer escrúpulo.

A política e a religião são campos férteis para líderes narcísicos – ali tudo se dá, desde bajulação, exploração de pessoas e dos recursos alheios até a fácil ascensão social e rápida prosperidade.

 Os narcisistas têm consciência de suas falhas, por isso exageram na representação de uma existência fantástica. Mentiras, atitudes insolentes e arrogantes são estratégias comuns para camuflar a insegurança e a necessidade de admiração, um viés perceptivo para enfraquecer a consciência de si mesmo como alguém inferior. São intolerantes a críticas e excessivamente críticos em relação aos outros. Vivem se comparando, sempre numa posição irrealista de superioridade. Percebem-se como exemplos a serem seguidos.

 O maior pavor de um narcisista é ter a sua vulnerabilidade exposta. É incapaz de assumir seus erros – toda a responsabilidade é atribuída a outrem ou a fatores externos. A intolerância à frustração e a constante necessidade de excitação podem predispor às compulsões por drogas, compras, jogos, sexo e atividades físicas.

Pais narcisistas estabelecem relações nocivas com seus filhos. Percebem-nos como criaturas moldáveis segundo as suas vontades e treináveis como um tipo de força de trabalho adicional para suprir as necessidades parentais. Filhos de narcisistas costumam ter a autoimagem prejudicada, autoestima destruída e confiança abalada. No entanto, todo esse estrago não é um problema para o narcisista, que não se reconhece como tal e responsabilizará alguém ou alguma coisa.

O universo narcísico, apesar de minúsculo, é excessivo. O eterno discurso egocêntrico provoca a rejeição das outras pessoas e a deterioração das relações sociais e profissionais. O narcisista não buscará psicoterapia por dois motivos básicos: ele se considera autossuficiente e não encontraria um psicólogo à sua altura.

A frenética e incessante busca por amor e admiração externas é um reflexo do desamor e desaprovação de si mesmo, falhas que, por não serem admitidas, não podem ser tratadas.

Mara Lúcia Madureira – Psicóloga Clínica

  • No Comments
  • Dezembro 29, 2023
× Como posso te ajudar?