Doze motivos para não usar cocaína:
By Cláudio

Doze motivos para não usar cocaína:

Compartilhe

Doze motivos para não usar cocaína:

1º – A cocaína é uma droga ilegal. Ao usá-la você está financiando o tráfego e a criminalidade, além de se envolver com ele;

2º – A cocaína é derivada de uma planta chamada Erythroxylum Coca, nativa da Bolívia, Peru e outros países das Cordilheiras dos Andes. A folha é colhida e coloca em um tanque em produtos como querosene, gasolina e ácido sulfúrico. Após alguns dias, a “pasta base” é enviada para um laboratório para virar o Cloridrato de Cocaína” em pó.   

3º – Quando a cocaína chega no consumidor final, alguns “comerciantes” vão “batizar” a droga com tudo que parece com o pó branco da cocaína: Açúcar refinado, bicabornato, pó de giz, de mármore e de vidro, comprimidos socados, etc.

4º – A cocaína é um estimulante do Sistema Nervoso Central. Ela provoca a perda de apetite e de sono, podendo provocar paranoias, manias de perseguição e muita agressividade;

5º – A cocaína possui um efeito muito rápido e intenso, podendo provocar uma dependência física e psíquica insuportável. 

6º – A cocaína provoca crises de abstinências terríveis, obrigando o sujeito a fazer mais uso/abuso da substância;

7º – A Cocaína é uma droga cara. Em pouco tempo, o dependente começa a gastar verdadeiras fortunas para manter seu vício. Assim, o descontrole financeiro é impossível de ser evitado;

8º – A Cocaína “empurra” o sujeito para a criminalidade. Em pouco tempo, ele precisa trocar suas coisas pela droga depois pega dinheiro e produtos dentro de casa para trocar pela droga. Se a família não buscar ajuda, o dependente começa a se envolver com o tráfico de drogas e/ou com assaltos e roubos fora de casa.

9º – A cocaína vai provocar um emagrecimento muito rápido e não raro quadros psiquiátricos graves que precisam ser contidos com uma internação involuntária.  

10º – Conviver com um dependente de cocaína é quase impossível. A perda do emprego e a destruição da família é inevitável;

11º – Os riscos de overdoses, de brigas e de acidentes de trânsito em decorrência do uso de cocaína são enormes, muitas vezes com consequências irreversíveis para o dependente e para terceiros;

12º – A cocaína também é usada injetada na veia ou fumada através do crack. Seus efeitos são potencializados, levando o sujeito a viver numa situação de rua e de degradação humana.

Cláudio M. Nogueira – Psicólogo Clínico – Especialista em DQ

  • No Comments
  • Novembro 13, 2023
× Como posso te ajudar?