Solitude na solidão
By Cláudio

Solitude na solidão

Compartilhe

Solitude na solidão

Precisei da solidão

Para entender a solitude

Pois, foi quando me faltou atitude

Que me vi na escuridão.

Mergulhei muito fundo

Onde a luz ficou distante

E a falta do ar sufocante

Não permitindo nada fecundo.

Quando a solidão bateu forte

Vi a mim mesmo sozinho

Na multidão como estranho no ninho

Desisti de contar com a sorte.

Foi o desespero que me mostrou

A possibilidade de uma saída

Iniciando a caminhada doída

Meu espírito então despertou.

Comecei então melhor me cuidar

Aprender com os próprios erros

Às vezes em silêncio outrora aos berros

A grande ferida se pôs a fechar.

Já no caminho veio o alívio

Solidão virou solitude

Vício virou virtude

Pude sentir meu espírito bravio.

Quando fui minha pior companhia

Percebi que a dor é boa

Que os males não vêm à toa

E que o alívio só a fé preenchia.

A solitude hoje me mostra

Que ninguém me completa

Que minha’ alma já é repleta

Pois sei quem comanda a orquestra.

As pessoas hoje a mim somam

Às do bem dou as boas vindas

E que em cirandas lindas

Demos as mãos aos que nos amam.

Solitude é ser consigo carinhoso

É entender que sou importante

Que quando estiver de mim distante

Posso fechar a porta num gesto amoroso.

Solitude é manter a auto estima

Sorrindo dos erros que cometeu

Comemorando que com isso aprendeu

Ofertando à tristeza uma rima.

Portanto, seja você seu melhor amigo

Faça pra você um café da manhã

Transformando-se em seu maior fã

Sendo seu interior seu melhor abrigo.

Autor: Ademir Azevedo Morais

Meu comentário:

Solidão é quando a gente se fecha no nosso mundo e se recusa em ir ao encontro do outro. Solitude é quando nos sentimos completos mesmo sozinhos e, solícitos, abrimos nosso coração para a humanidade.

Solidão é um vazio existencial, solitude é uma completude inexplicável de uma sensação de unicidade com o universo.

Cláudio M. Nogueira – Psicólogo Clínico

  • No Comments
  • Setembro 30, 2023
× Como posso te ajudar?