Codependência:  Do fusca ao BMY
By Cláudio

Codependência: Do fusca ao BMY

Compartilhe

Certa vez, atendendo um paciente no meu consultório ele me fez um questionamento muito interessante:

– Doutor Cláudio, já tem um bom tempo que eu estou me tratando. Eu aprendi muita coisa e hoje eu sinto que tenho uma qualidade de vida muito melhor do que eu tinha antes. Mas, não sei o que está acontecendo comigo, mas estou me sentindo desmotivado para continuar nos grupos de apoio e de até mesmo continuar com a minha psicoterapia. O que eu posso fazer para mudar isto?

Depois de acolher a dor e o sentimento do meu paciente, eu falei que isto é muito comum e que ele estava precisando de sair do fusquinha para entrar numa BMW do tratamento.

Ele não entendeu nada e eu completei:

– Se quer acelerar seu processo de tratamento e recuperação você deve começar a fazer o 12º do AA e NA, ou seja,

“tendo experimentado um despertar espiritual graças a estes passos, procuramos transmitir esta mensagem aos nossos companheiros adictos e praticar estes princípios em todas as atividades”

Quando assumimos o nosso voluntariado nos grupos de apoio, a responsabilidade se torna maior e dessa maneira, a nossa dedicação também. Ao preparar uma reunião, uma palestra, um texto para compartilhar com os seus iguais quem mais vai aprender sobre este tema vai ser você e, além disto, o próprio grupo vai mostrando suas fragilidades, impulsionando você para um crescimento em todas as áreas da sua vida.

Como voluntário você terá os seguintes ganhos:

1 – Mais experiência sobre o tema;
2 – Aprende a falar em público;
3 – Aprende a ouvir;
4 – Desenvolve a sua empatia e solidariedade;
5 – Tem mais motivação para estudar sobre o tema;
6 – Desenvolve seus talentos;
7 – Se sente útil ajudando outras pessoas;
8 – Conhece pessoas maravilhosas (rede de apoio);
9 – Tem a oportunidade de viver sua espiritualidade;
10 – Facilita na sua recuperação

Enfim, saia do “fusquinha” doe tratamento e tome uma atitude proativa no seu tratamento entrando na sua BMW, todos vão sair ganhando, especialmente você.

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico – Especialista em D.Q.

  • No Comments
  • Maio 17, 2023
× Como posso te ajudar?