O amor
By Cláudio

O amor

Compartilhe

“O amor com respeito, sem egoísmo, sem comodismo deve ser também um amor que orienta, educa e exige. Amo você, só não aceito o que você está fazendo de errado. Amar não é fazer tudo pelas pessoas ou dar-lhes tudo o que é possível. Amar é essencialmente dar condições para que saibam escolher o que é correto e bom para si próprios e para os outros.”
Esse é o 12º Princípio da Federação Amor Exigente.
“O amor que sentimos pelo outro não deve ser utilizado como desculpa para o descuido de nós mesmos.
Por que viver em função do outro, se podemos viver todos?
Por que deixar de nos amar, em detrimento do amor que sentimos pelo outro?
O amor é um sentimento belíssimo, e também somos merecedores do amor próprio. Não precisamos deixar de amar o outro para nos amarmos, no entanto, não precisamos nos abandonar em função do outro.
O amor que desejamos receber do outro não se cobra, não se mendiga, nem se exige.
O amor que almejamos conquistar daqueles que amamos é uma conquista que se constrói a partir do momento em que aprendemos a amar e a valorizar a nós mesmos, mas sem egoísmos.”
O convite é para refletirmos:
Qual é o tamanho do amor que tenho por mim mesmo?
Que meta vou adotar esta semana para me valorizar, consciente de que sou merecedor?
Como posso amar a mim mesmo, sem egoísmo, sem deixar o outro para trás, mas também sem me colocar em segundo ou terceiro plano?
Fonte: Federação Amor Exigente – Encarte Especial dezembro/22

  • No Comments
  • Fevereiro 13, 2023
× Como posso te ajudar?