O Poder da família (Parte 01):
By Cláudio

O Poder da família (Parte 01):

Compartilhe

1 – Histórico
– No livro “Mal estar da civilização”, Freud coloca a família como a primeira organização social da humanidade. Segundo ele, nos primórdios da civilização onde os humanos eram nômades e quadrúpedes não existia vínculos afetivos entre eles. Tudo mudou quando, o homem com o processo de evolução do seu cérebro conseguiu ficar de pé (bípede). Com isto eles descobriram a agricultura, o fogo e a fabricação e manuseio de ferramentas e armas. Ao se fixarem em terras mais férteis e com a possibilidade do abraço e do olhar nos olhos do parceiro sexual, surgiu a afetividade e a necessidade de constituir a família.
– A partir daí surgiram as tribos e as primeiras regras de convivência social que no futuro seria o embrião do Estado com suas leis.

2 – Função Social
– Proporcionar um ambiente seguro (física, emocional e psicológico) para o desenvolvimento do ser humano.
– “A família não é um mero grupo de indivíduos, é uma unidade social complexa, organizada para manter o equilíbrio da entidade coletiva, e, infelizmente, em alguns casos, até mesmo em detrimento do indivíduo.”
– A família com um sistema cibernético que segue determinadas regras culturais com tendência à busca da homeostase, ou seja, a estabilidade.
– A família como um sistema real, produto de personalidades individuais “independentes” somado a leis grupais superiores.

3 – Conceitos básicos:
Acomodação do sujeito e seus impulsos instintivos
– Relações: Complementares x Simétricas x Recíprocas
– Desengajamento x Emaranhamento
– Triangulação
– Perseguidor x distanciador
– Sistema – organizacional
– Sistema Aberto x sistema Fechado
– Subsistemas

4 – Algumas considerações:
 “Nossas vidas são tão ligadas que o que fazemos é, em grande parte, um produto do que fazem outros membros de nossa família. Porém, o que eles fazem é um produto do que nós fazemos.(…)”
 “Uma pessoa pode fazer a diferença no sistema. Mas primeiro ela tem que aprender como o sistema está funcionando.”
 “Duas pessoas ocupam um certo espaço numa relação. Se uma delas muda, a relação muda. A outra pode até resistir à esta mudança pressionando você a voltar atrás, mas se você persistir, a mudança se concretizará.”
 “Quando se casam, os cônjuges enfrentam a tarefa de se separar de suas respectivas famílias de origem e mudar a natureza de seus relacionamentos com pais, irmãos e parentes.”
 “Para que o novo casal atue de maneira eficiente o principal compromisso dos cônjuges deve ser com o casamento.”
 “Quando duas pessoas se casam, surge uma nova cultura a partir de duas culturas emocionais distintas.”
 A Lealdade primária ao parceiro precisa ser demonstrada em todos os conflitos, seja qual for a questão.”
Continua na próxima edição

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico – Especialista em DQ

Obs.: Texto baseado no livro: O poder da família – A dinâmica das relações familiares
Autor: Michael Nichols – Edição esgotada no Brasil

  • No Comments
  • Novembro 8, 2022
× Como posso te ajudar?