Grupo Terapêutico Limites e Consequências
By Cláudio

Grupo Terapêutico Limites e Consequências

Compartilhe

Inscrições abertas! VAGAS LIMITADAS!
NOVA TURMA EM OUTUBRO/22
Recentemente, alguns líderes do Amor Exigente levantou o conceito de Comunidade Terapêutica Familiar. A ideia a princípio me chamou a atenção pela praticidade e a possibilidade de construir um programa terapêutico dentro da família.
Como era algo novo, comecei a refletir sobre isto e cheguei as seguintes conclusões:
1 – O modelo de CT (Comunidade Terapêutica), utiliza três pilares de sustentação: A disciplina, O trabalho e a Espiritualidade: Todos estes pilares são viáveis no seio da família.
2 – O modelo de CT pressupõe um ambiente rura:l (como forma de auxiliar no processo de desintoxicação e reequilíbrio de energias físicas e psíquicas, utilizando o clima da natureza como terapia). Neste aspecto a ideia de CT familiar não preenche este requisito na maioria dos casos;
3 – O modelo de CT pressupõe o afastamento da droga: Infelizmente, na maioria das famílias, a droga esta dentro de casa. Além disto, a família esta inserida num ambiente social regada às drogas, inviabilizando a ideia de CT familiar.
4 – O modelo de CT pressupõe um acompanhamento profissional: Psicólogos, Técnicos em dependência química, acompanhamento médico, um programa terapêutico que engloba grupos de estudos, grupos anônimos, partilhas entre iguais, etc. Nada disto a CT familiar pode proporcionar.
Portanto, a ideia de CT familiar não me soa bem. Talvez o estabelecimento de regras claras de convívio social seria mais interessante. Para atender esta necessidade, estão abertas as inscrições do GT (Grupo Terapêutico) LIMITES E CONSEQUÊNCIAS. A finalidade é ajudar as famílias a colocar as regras, os limites e as consequências necessárias para reestruturar a família, viabilizando a mesma como protagonista do seu próprio tratamento, além de proporcionar as condições necessárias para o dependente sentir a necessidade de buscar ajuda.
O GT LIMITES E CONSEQUÊNCIAS vai abordar os limites da higiene, da cooperação, do horário, do tratamento e por último, a técnica de intervenção familiar. Aguarde novas informações que serão divulgadas pelo Youtube no Criartvida, o canal da Sobriedade, no nosso site www.jornalcriartvida.com.br e nas nossas redes sociais ou se preferir entre em contato conosco:
Zap (31) 99206-2492
Cláudio Martins Nogueira- Psicólogo Clínico – Especialista em dependência química.

  • No Comments
  • Outubro 4, 2022
× Como posso te ajudar?