Os Segredos da mente milionária – parte 08
By Cláudio

Os Segredos da mente milionária – parte 08

Compartilhe

Nesta edição vamos escrever sobre o primeiro arquivo de riqueza segundo o autor deste livro. Sugiro ao nosso leitor fazer uma escrita terapêutica sobre como você se percebe diante destas informações.

Arquivo de riqueza n:01 – EU CRIO A MINHA PRÓPRIA VIDA

A mente milionária tem isto como lema. A responsabilidade sobre sua vida está na mão dele. A mente pobre o conteúdo predominante é: “na minha vida as coisas acontecem naturalmente”.
A mente milionária toma o comando da vida dele em todos os sentidos, inclusive no financeiro. Ele assume o compromisso com o seu sucesso.
A mente pobre se coloca sempre no lugar da vítima. O famoso sentimento: “pobre de mim” faz parte da sua rotina.
O autor nos dá três pistas de comportamentos de vítima:

1º) – A culpa sempre é dos outros: Quando a mente pobre transfere a culpa do seu fracasso para os outros, automaticamente ele se inocenta. Assim o jogo da culpa é um mecanismo de defesa que utilizando para não nos responsabilizarmos pelas nossas mazelas. Se caímos neste jogo nós não crescemos e ficamos sempre na zona de acomodação. Quem está muito próximo desta pessoa vira “o vilão”, o alvo fácil para a ser o perseguidor do “pobre coitado.
Exemplo clássico foi a esposa que acreditava que a causa de todos os seus problemas era seu marido. Esta ilusão acabou no dia que ele vem a falecer. Ela percebeu que os seus problemas não foram enterrados com ele.
A vítima sempre coloca a culpa na economia, na política, na guerra, nos sócios, no patrão, etc….
No livro “Felicidade um trabalho interior” tem uma frase muito marcante: “O crescimento começa onde as acusações terminam.”

2º) – Sempre há uma justificativa: Quando a mente pobre utiliza da justificativa ela está racionalizando sua miséria. A mais comum é: “dinheiro não é importante, o importante é ser feliz”. Se você não dá importância no dinheiro, ele sempre vai faltar para você. Os ricos consideram o dinheiro importante. A mente rica quer o dinheiro e a felicidade. São duas áreas diferentes e importantes. É possível ter os dois. A mente milionária acredita nisto.

3º) – Viver se queixando: Segundo o autor, está é uma das piores coisas que pode acontecer para afastar a riqueza. “Aquilo que focalizamos se expande”. Está e uma lei universal, tão certa quanto a lei da gravidade. Quando alguém se queixa ela está atraindo coisas ruins para ela. A queixa é um ima da pobreza.
Temos que afastar ou blindar nosso “eu” de pessoas que vivem reclamando. Não fixar nossa mente no negativo é fundamental para a gente crescer em todos os sentidos.

Estas três atitudes culpar os outros, se justificar-se e se queixar são anestésicos do fracasso. A mente rica não precisa de usar estes “anestésicos”.
Assim, podemos fazer algumas reflexões sobre este arquivo:

a) – Cuidado com seus pensamentos e palavras
b) – Lembre-se: você é o responsável pelo seu sucesso ou fracasso
c) – Não existem vítimas bem sucedidas
d) – Quem se coloca no lugar de vítima está sempre pedindo atenção
e) – A vítima confunde atenção com amor
f) – Não é possível ser feliz querendo atenção dos outros
g) – Precisamos dissociar atenção do amor para termos mais sucesso, sermos mais felizes e termos amores verdadeiros e não interesseiros
h) – Aprender a amar o outro e não o que ele faz para mim
i) – Quem busca atenção do outro não enriquece
j) – Eu posso ser rico ou vítima: a escolha é minha. Não é possível ser os dois ao mesmo tempo;
k) – EU NÃO CULPO, EU NÃO JUSTIFICO, EU NÃO QUEIXO. Esse deve ser meu mantra para enriquecer

Adaptação de Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico

Indicação de leitura: OS SEGREDOS DE UMA MENTE MILIONÁRIA -t. Harv Eker – Editora Sextante

  • No Comments
  • Setembro 23, 2022
× Como posso te ajudar?