Almas perfumadas
By Cláudio

Almas perfumadas

Compartilhe

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta, de sol quando acorda, de flor quando ri.
Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.
Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça, lambuzando o queixo de sorvete, molhando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher.
O tempo é outro e a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.
Tem gente que tem cheiro de colo de Deus, de banho de mar quando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.
Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na terra.
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria, recebendo um buquê de carinhos, tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está conosco, juntinho ao nosso lado, e a gente ri grande que nem menino arteiro.
Tem gente como você, que nem percebe como tem a alma perfumada!
e que este perfume é dom de Deus!

Carlos Drummond de Andrade

  • No Comments
  • Setembro 13, 2022
× Como posso te ajudar?