Mudanças necessárias
By Cláudio

Mudanças necessárias

Compartilhe

Quem disse que mudar é algo fácil?
Requer muita força de vontade e determinação.
Muitas vezes eu disse:
_ Sou assim, quem quiser que goste de mim assim, quem não quiser, se não gostar o problema é todo seu. Eu mesma não vou mudar por ninguém.
Mas, com o passar do tempo, descobri que isso era apenas arrogância. Que todos os dias mudamos alguma coisa e aprendemos outras. Se você não mudou em nada também não aprendeu nada, está com a sua vida estagnada.
Chega um momento que você percebe que mudar é uma necessidade. Você precisa mudar algumas coisas por você mesma. Para poder lidar com certas coisas e para poder conviver com as pessoas. Perceba que em qualquer tipo de relação você está constantemente se moldando a outra pessoa. Isso se chama reciprocidade.
Quando dizemos que não mudamos de jeito nenhum é uma mentira. Chega um momento que enxergamos nossas atitudes e nossos erros de forma tão crua que isso requer urgentemente mudanças. Esse é o momento que cai a venda dos seus olhos e você enxerga o que suas atitudes faz ao seu redor. Que você não quer ser tratada da mesma forma com que trata os demais, aí, você se obriga a mudar.
Não é fácil muitas vezes. Mudar dói, mas é algo extremamente necessário. Tem mudanças que ocorrem naturalmente, mas outras… Só com o tempo.
Não espere que vejam e te aplaudam, faça principalmente por você. Vale a pena tentar!
Autor desconhecido

Meu comentário:
Aprendemos no Amor Exigente que “Nada muda se eu não mudar”. Fazendo uma reflexão mais profunda sobre esta frase é possível refletir sobre alguns aspectos:
1 – A única coisa que permanece é a mudança: Assim, mesmo que a gente insista em não mudar nós não iremos conseguir. A vida é uma eterna mudança. A questão que temos que pensar é mudar para melhor ou para pior?
2 – Buscar ajuda para mudar é essencial: Se não fazemos isto a situação só piora. Problemas emocionais de maneira geral e, mais especificamente, a dependência química e a codependência, se não tratadas, vão mudando para pior. Como diz o AA, a doença é progressiva e fatal. Buscar ajuda para nós visando produzir mudanças para melhor é fundamental;
3 – Mudanças implicam coragem e fé: Para produzir mudanças efetivas é necessário ter fé e assim a coragem de enfrentar o novo nos possibilita avançar no nosso tratamento e numa melhor qualidade de vida. Ter fé num Poder Superior e nas pessoas que se disponham a nos ajudar, sejam profissionais, instituições ou mesmo voluntários que a muitos anos acumularam experiências nas áreas que precisam de mudanças.
4 – Pequenas mudanças fazem grandes diferenças: No AE aprendemos fazer nossas metas semanais. A cada semana fazermos algo para nós e não para os outros. Assim vamos aprendendo a cuidar de nós e nos valorizarmos enquanto sujeitos de direitos e cidadãos. Em pouco tempo, fazendo as coisas pequenas, aprendemos e nos fortalecemos para fazer as grandes.
Vale a pena tentar, afinal, se as mudanças são difíceis, a doença é insuportável.

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico – Especialista em D.Q.

  • No Comments
  • Agosto 11, 2022
× Como posso te ajudar?