Libertando-se do medo
By Cláudio

Libertando-se do medo

Compartilhe

O medo está no âmago da codependência. Pode motivar-nos a controlar as situações ou a negligenciar a nós mesmos.

Muitos de nós temos tido medo há tanto tempo que não chamamos nossos sentimentos de medo. Estamos acostumados a sentir-nos aborrecidos e ansiosos. Isso parece normal.

A paz e a serenidade podem ser desconfortáveis.

Durante certo tempo, o medo pode ter sido apropriado e útil. Podemos ter confiado no medo para nos proteger, assim como os soldados durante a guerra confiam no medo para ajudá-los a sobreviver. Mas agora, ao nos recuperarmos, estamos vivendo a vida de forma diferente.

É hora de agradecer aos nossos velhos medos por nos ajudarem a sobreviver, e depois despedir-nos deles. Dê as boas-vindas à paz, à confiança, à aceitação e à segurança. Não precisamos mais de tanto medo. Podemos ficar com nossos medos saudáveis e abandonar o resto.

Agora podemos criar nossa própria sensação de segurança. Agora, estamos a salvo. Assumimos um compromisso de tomar conta de nós mesmos. Podemos confiar e amar a nós mesmos.

Deus, ajude-me a abandonar a necessidade de ter medo. Substitua-a pela necessidade de viver em paz. Ajude-me a escutar meus medos saudáveis e a abandonar o resto.

A Linguagem da Liberdade – Por Melody Beattie

Transcrito por:
Comitê de Meditações
MADA@Online SERENIDADE

  • No Comments
  • Agosto 5, 2022
× Como posso te ajudar?