Pandemia e ano eleitoral
By Cláudio

Pandemia e ano eleitoral

Compartilhe

O ano de 2022 começou já com explosão da variante do Corona Vírus. A Ômicron, apesar de não ser tão agressiva como as outras, ela possui uma facilidade muito maior de transmissão. Assim, apesar do índice de casos mais graves ser bem menor com esta variante, o número destes casos pode ser tão ou mais problemático como a da cepa anterior.

Outro agravante é, segundo os especialistas, quanto mais pessoas contaminadas maior é o risco de surgir outras variantes que podem ser piores do que as atuais. Infelizmente, muitas pessoas ainda insistem em não tomar as vacinas, apesar de todos os dados oficiais demonstrarem a eficácia das mesmas. Cerca de 80% das pessoas internadas são de não vacinadas ou com o sistema de imunização incompleta.

Por tudo isto, pelo AMOR DE DEUS, vacinem por favor. Precisamos acabar com esta pandemia. Parem de dar credibilidade a leigos, políticos e fake News.

Por falar em fake News, temos que acabar com esta pandemia de mentiras compartilhadas em redes sociais. Não se brinca com a honra das pessoas. Mesmo os políticos precisam ser respeitados, seja de esquerda ou direita. Mentiras podem destruir vidas e afetar diretamente os destinos do nosso país. Procure informações fidedignas e verifique a veracidade dos fatos. ACUSAR SEM PROVAS É CRIME.

Muito obrigado a todos leitores e patrocinadores do nosso jornal.

  • No Comments
  • Fevereiro 19, 2022
× Como posso te ajudar?