O verdadeiro lar
By Cláudio

O verdadeiro lar

Compartilhe

Seu mundo tinha desabado quando o seu marido perdeu o emprego. Quantas contas atrasadas, prestação da casa, plano de saúde. Só ela continuava no emprego de meio expediente que gerava uma renda muito pequena e poucos benefícios. Sem nenhum apoio financeiro, eles perderam a casa.

Com muito sacrifício, Maria e seu marido conseguiram alugar um trailer estacionado num acampamento local para eles e seu filho de cinco anos. Aquilo era só um pouco melhor do que viver num pequeno carro. Eles desejavam, de coração, poder proporcionar algo mais para a sua criança. Certa noite, depois de brincar um pouco com um jogo e ler algumas histórias, Maria mandou seu ilho ir brincar do lado de fora até a hora de dormir, enquanto ela e seu marido se debruçavam entristecidos sobre o talão de cheques. Ela ouviu vozes e deu uma olhada pela janela, lá estava o gerente do acampamento falando com seu filho:

– Pedro, você não gostaria de ter uma casa de verdade?

Maria ficou tensa e prendeu a respiração, chegando mais perto da janela aberta e abriu um largo sorriso quando ouviu a resposta de seu filho:

– Nós já temos um lar de verdade, respondeu ele. Só não temos uma casa para colocá-lo.

Moral da história: o alicerce do verdadeiro lar é o amor, que une a todos e traz felicidade aos corações.

Autor desconhecido

  • No Comments
  • Agosto 31, 2019
× Como posso te ajudar?