Quem planta tâmaras não colhe tâmaras
By Cláudio

Quem planta tâmaras não colhe tâmaras

Compartilhe

 

Este ditado nos chama a atenção para um fato bastante significativo. Aparentemente oposto aquele famoso ditado “quem planta colhe”, ele nos mostra que nem sempre iremos colher o que colhemos. Exemplo disto são as tamareiras que levam cerca de 90 anos para darem os seus primeiros frutos.

Certa vez um jovem encontrou um senhor de idade plantando tâmaras e logo perguntou: porque o senhor planta tâmaras se o senhor não vai colher? O senhor respondeu: se todos pensassem como você, ninguém comeria tâmaras.

Assim é a nossa vida. Ao longo dela vamos semeando nossos frutos na incerteza do agricultor. Somente o tempo vai nos dizer se a semente vai “vingar” como diz o povo da roça. Na fé e na coragem o agricultor semeia sua semente. Ele tem que decidir entre a certeza e a dúvida. A certeza que se não plantar não vai colher ou a dúvida se plantar pode colher ou não.

De forma análoga nós devemos plantar nossas sementes, fazer nossas obras, dedicar-se de corpo e alma na nossa grande missão de viver. Além é fundamental o processo do desapego com os resultados. Os frutos podem aparecer ou não e, muitas vezes vão aparecer quando partirmos desta vida. Outros colherão.

Este ditado também nos convida pensar na solidariedade humana. Num projeto de longo prazo além da nossa existência corporal, assim é fundamental aprender a plantar e cultivar ações que não sejam apenas para você, mas que sirvam para todos. Nossas ações hoje refletem o futuro… Se não é tempo de colher, é tempo de semear. Nascemos sem trazer nada, morremos sem levar nada…

E, no meio do intervalo entre a vida e a morte, brigamos por aquilo que não trouxemos e não levaremos… Pense nisso: Viva mais ame mais, perdoe sempre e seja mais Feliz.

  • No Comments
  • Julho 17, 2019
× Como posso te ajudar?