O mapa do tesouro
By Cláudio

O mapa do tesouro

Compartilhe

Certa vez um humilde andarilho semianalfabeto encontrou um livro no meio do lixão com o titulo na capa já amarelada: O mapa do tesouro. Curioso ele logo se apropriou deste livro na esperança de encontrar a salvação da sua vida. Quem sabe aqui vou encontrar o que tanto preciso.

Logo saiu para um lugar seguro onde pudesse dar uma olhada com mais calma naquele precioso livro. Para surpresa dele o livro era cheio de mapas que exigiam conhecidos profundos de geografia. Sem querer falar para ninguém sobre o livro só sobrava uma alternativa: estudar geografia.

Assim, o jovem andarilho foi atrás de livros de geografia na biblioteca pública. Passou a ficar horas ali estudando mapas, relevos, solos, etc. Quando conseguiu decifrar o primeiro capítulo do livro, percebeu que no segundo capítulo estava escrito em latim, em grego e em hebraico, tudo misturado. Da mesma forma, foi atrás para conhecer estas línguas e em pouco tempo já dominava estes idiomas.

Decifrado os enigmas do segundo capítulo o ansioso andarilho partiu para o terceiro capítulo que tinha cálculos profundos de matemática avançada, de engenharia para descobrir onde estava guardado o tão sonhado tesouro. Determinado, o nosso aventureiro se dedicou de corpo e alma para dominar os mistérios das ciências exatas.

Ao final do livro, para sua surpresa, o livro orientava ao seu leitor a fazer uma apresentação de todo o seu conteúdo para o rei. Sem entender nada, o jovem marcou uma audiência com o rei e foi logo dizendo:

“Sou um andarilho que conheceu o livro O mapa do tesouro. Assim contou toda a história e mostrou todo o seu conhecimento adquirido com o estudo deste livro. Não sei por que, mas o livro me orientou a procurar o rei ao final da sua leitura.”

O rei impressionado com sua sabedoria disse:

“Nossa estou precisando de um conselho que possui tantos conhecimentos e sabedoria para governar meu povo. Você aceita este cargo. O salário é bom, para começar dez pepitas de ouro por mês está bom?”

Ele meio atordoado, disse que sim. Voltou ao livro para ler suas últimas linhas com a esperança de conter nelas o local correto onde estava escondido o tesouro e, para sua surpresa, o livro terminava com estas palavras:

“Se você chegou até aqui, você já encontrou seu tesouro: O SEU CONHECIMENTO”.

Autor desconhecido – adaptação de Cláudio Martins Nogueira – psicólogo clínico.

  • No Comments
  • Junho 19, 2019
× Como posso te ajudar?