Presentes, Não Cargas
By Cláudio

Presentes, Não Cargas

Compartilhe

“As crianças são presentes, se as aceitarmos”. [Kathleen Turner Crilly]

As crianças são presentes. Nossas crianças são presentes para nós. Nós, quando crianças, fomos presentes para nossos pais.

Infelizmente, muitos de nós não recebemos a mensagem de nossos pais de que éramos presentes para eles e para o Universo. Talvez nossos pais estivessem sofrendo; talvez estivessem vendo em nós alguém que no futuro tomaria conta deles; talvez tenhamos chegado numa hora difícil de suas vidas; talvez tivessem seus próprios problemas e simplesmente não foram capazes de desfrutar, apreciar e aceitar o presente que somos.

Muitos de nós temos a profunda e às vezes inconsciente convicção de que fomos e somos uma carga para o mundo e para as pessoas à nossa volta. Essa crença pode bloquear nossa capacidade de gozar a vida e nosso relacionamento com nosso Poder Superior; podemos achar que somos um peso para Deus.

Se acreditamos nisto, é hora de nos livrar desta crença.

Não somos uma carga. Nunca fomos. Se recebemos essa mensagem de nossos pais, é hora de reconhecer que esse problema era deles e não nosso.

Temos o direito de tratar a nós mesmos como presentes – a nós mesmos, aos outros e ao Universo.

Nós estamos aqui e temos o direito de estar aqui.

Hoje, tratarei a mim mesmo e a qualquer filho que tenha como presentes. Libertar-me-ei de qualquer crença que tenho sobre ser uma carga – ao meu Poder Superior, a meus amigos, à minha família e a mim mesmo.

(Melody Beattie – autora do livro Codependência Nunca Mais )

  • No Comments
  • Abril 27, 2019
× Como posso te ajudar?