Quem não arrisca não petisca
By Cláudio

Quem não arrisca não petisca

Compartilhe

De maneira simples e objetiva este ditado nos convida a sermos ousados, renunciar ao medo que nos paralisa e ir à luta. Nada adianta ficar assentado só reclamando de tudo e de todos e transferir a responsabilidade sobre a sua vida para terceiros.

Ao longo da nossa vida temos que fazer escolhas arriscadas. Na maioria das vezes vamos errar, algumas vamos acertar. O grau de acertos não é o mais importante, mas sim, o aprendizado que podemos ter com nossas escolhas. Muitas pessoas na dúvida e com medo de errar, passam sua existência sem realizar nada. Alienam-se em algum passatempo, em álcool e outras drogas, em diversões e lazer em demasia. Alteram a natureza humana, ou seja, deixam de trabalhar, de produzir e de criar para apenas viver em tempo integral como turista ao longo da vida.

Costumo dizer que existem dois tipos de pessoas. Aquelas que realizam e aquelas que reclamam e criticam quem realizou e nada fazem. Em qual grupo que você está?

Infelizmente, o grupo de quem realiza é a minoria. A grande maioria é do grupo dos “chorões e pessimistas”. Tudo esta errado para eles. Se não tá vai ficar. Amedrontados só resta a eles transferir a responsabilidade dos seus fracassos ao governo, à família e as poucas oportunidades que ele tem para crescer na empresa. Este grupo costuma a desenvolver um defeito de caráter muito grave: a inveja. O sucesso do outro mostra o seu fracasso. Como mecanismo de defesa do ego, este sujeito pode utilizar da fofoca e da mentira para desqualificar o desempenho do outro.

Se você se enquadrou no segundo grupo, me perdoe a minha sinceridade, mas você precisava ler isto. Seja humilde e reconheça esta sua fragilidade e tome a iniciativa de mudar isto. Você não nasceu assim. Experiências traumáticas ao longo da sua vida retiraram de você a autoconfiança e sua autoestima. Chegou a hora de você descobrir que é Filho de Deus, dotado de capacidade infinita, a imagem e semelhança do Criador, capaz assim de construir uma nova história, de alegria e sucesso.

ARRISCA QUE VOCÊ VAI PETISCAR. Sucesso !

Claudio Martins Nogueira – psicólogo clínico

  • No Comments
  • Dezembro 8, 2018
× Como posso te ajudar?