Uma lição de vida, na hora da morte
By Cláudio

Uma lição de vida, na hora da morte

Compartilhe

Perto de morrer, Alexandre, o Grande, fez três pedidos aos seus ministros:

1) Que seu caixão fosse carregado pelos melhores médicos da época.

2) Que os tesouros que tinha fossem espalhados pelo caminho até seu túmulo.

3) Que suas mãos ficassem fora do caixão e à vista de todos.

Os ministros, surpresos, perguntaram: “Quais são os motivos?”

Ele respondeu:

1) Eu quero que os melhores médicos carreguem meu caixão, para mostrar que eles não têm poder nenhum sobre a morte.

2) Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros, para que todos possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui ficam.

3) Eu quero que minhas mãos fiquem para fora do caixão, de modo que as pessoas possam ver que viemos com as mãos vazias, e de mãos vazias voltamos.

“TEMPO” é o tesouro mais precioso que temos, nós podemos produzir mais dinheiro, mas não mais tempo…!

O melhor presente que você pode dar a alguém é o seu tempo! Dedique mais do seu tempo a Deus e às pessoas a quem você ama.

Autor desconhecido.

Meu comentário:

Acompanhando as entrevistas dos candidatos a Presidente, uma pergunta de um repórter me chamou atenção. Ele perguntou ao candidato mais rico João Amoedo:

– O senhor com tanto dinheiro, por que não ajuda a população mais carente do seu país?

O João Amoedo respondeu de forma surpreendente e definiu quatro motivos:

1)  Há dez anos eu abri mão de um salário de presidente de um banco para me dedicar em tempo integral a construção do Partido Novo.

2) A minha maior riqueza não são os meus R$425.000.000. Dinheiro a gente perde hoje e amanha a gente ganha outro. A minha maior riqueza é meu tempo. Este não tem jeito de comprar. E estou gastando o meu tempo na construção de um partido político.

3) O maior gerador de pobreza do Brasil é o governo ineficaz. Por isto temos que melhorar a eficácia do governo. E não existe outro jeito a não ser entrar na politica, porém, com ética e responsabilidade.

Independente da posição política de cada um, esta frase, “a minha maior riqueza é meu tempo” coincide com a de Alexandre: o grande, “TEMPO é o tesouro mais precioso que temos, nós podemos produzir mais dinheiro, mas não mais tempo…!” Devemos levar isto a sério.

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico

  • No Comments
  • Outubro 12, 2018
× Como posso te ajudar?