Operação “Casca de Ovo”
By Cláudio

Operação “Casca de Ovo”

Compartilhe

Certa vez, atendendo um garoto de 15 anos no meu consultório, aconteceu algo inusitado. Angustiado com seus problemas naturais da adolescência, o jovem discorria sobre as suas dificuldades de relacionamento com seus pais. Sua queixa principal era as brigas frequentes do casal e o controle excessivo que os pais faziam sobre suas atividades. Desesperado, tentava apaziguar o conflito do casal e procurava se adaptar as exigências dos pais. Porém o sofrimento psíquico deste garoto era enorme.

Após uma longa escuta que tomou o tempo das primeiras consultas, tinha chegado o momento da intervenção terapêutica. De maneira intuitiva, tentei demonstrar para o meu cliente que ele não tinha maturidade suficiente para atenuar os conflitos conjugais dos pais e que, a melhor saída seria a neutralidade. Com facilidade, o meu paciente entendeu a orientação e em pouco tempo este peso saiu das suas costas.

Restava então a outra queixa: o controle excessivo dos pais. De maneira intuitiva saiu à analogia “operação casca de ovo”. Um pintinho quando está preparado para sair do ovo, toma a providência de começar a quebrar sua casca. Isto tem que ser uma conquista dele e não dá galinha. Quem tem que ter a força para quebrar a casca é o pintinho. Da mesma maneira, o adolescente tem que romper esta casca de superproteção dos pais, não com a rebeldia e atos ilícitos e violentos, mas sim, movimentos em busca de uma independência emocional e financeira. Cabe aos pais entenderem este processo e não impedirem este desenvolvimento.

Fica aí a dica

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo clínico

  • No Comments
  • Outubro 12, 2018
× Como posso te ajudar?