Fazenda Recanto de Caná: um lugar que salva vidas
By Cláudio

Fazenda Recanto de Caná: um lugar que salva vidas

Compartilhe

A Associação Família de Caná é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, fundada pelo Padre Osvaldo em 1970. Sua finalidade principal é a ajudar na reestruturação da Família. Seu fundador iniciou um trabalho com adolescentes e jovens através dos encontros PRODES (Programa de Desenvolvimento Espiritual). Logo em seguida o desafio foi organizar os encontros de Revisão Matrimonial dos Casais. Com a experiência acumulada com estes encontros o PO (Padre Osvaldo) percebeu que o principal fator de desagregação da família era o consumo exagerado do álcool e das outras drogas. Daí veio à ideia de estruturar um trabalho de recuperação de dependentes químicos e de seus familiares.

Em 1987, o PO, ao pesquisar se existia algum trabalho neste sentido, encontrou o modelo das Comunidades Terapêuticas, oriundas de experiências positivas nos EUA, que estava chegando no Brasil. A Fazenda Renascer de Pedro Leopoldo e a Fazenda Bom Jesus em Campinas foram as primeiras a se destacar no Brasil.

Sem perder tempo, o PO conseguiu um terreno no município de Neves e sem muita estrutura física e de pessoal começou a abrigar os primeiros candidatos ao tratamento. As famílias começaram a participar das reuniões e em pouco tempo se tornou uma das melhores fazendas do Brasil.

Atualmente, A Fazenda de Caná é mantida com colaboração das famílias dos residentes e de dezenas de voluntários simpatizantes ou pessoas beneficiadas pelo trabalho. Possui um convênio com o SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas) que contribui com cerca de R$1.000,00 por residente no limite de apenas 20 vagas. Temos uma estrutura física com capacidade de acomodar cerca de 150 residentes e, infelizmente, temos apenas 30% das vagas ocupadas.

Apesar de toda esta experiência, o Governo Federal, através do Ministério da Saúde, prefere investir milhões de reais nos CAPSad (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) e nos CERSAMSad (Centro de Referência de Saúde Mental Álcool e Drogas), modelos ineficazes e de resultados duvidosos. Dinheiro público jogado fora.

O processo da Fazenda de Caná é baseado em três pilares: TRABALHO, DISCIPLINA E ESPIRITUALIDADE. Ele é desenvolvido por etapas:

  • – Triagem: a família e o dependente começam a participar dos grupos de apoio da instituição. Quando o dependente decide se internar ele inicia o processo de preparação para o acolhimento.
  • –Preparação de acolhimento: O próprio dependente vai solicitar a internação. Será passada para os responsáveis a relação dos exames médicos, odontológicos, oftalmológicos e psicológicos, além de uma avaliação psiquiatra. Todos estes exames devem ser apresentados ao médico da instituição. Somente com aprovação deste profissional, o dependente será liberado para a internação.
  • Internação: O dependente, agora chamado de residente, passará por um tratamento de nove meses onde ele terá acompanhamento terapêutico, alimentação saudável, disciplina, lazer, trabalho e espiritualidade, além de estar envolto de uma natureza exuberante sem muros, sem segurança, sem contenção física ou química. A liberdade de desistir do tratamento em qualquer tempo é sempre respeitada pela instituição.
  • – Reinserção social: durante todo este período a família poderá ter contato com o residente através de cartas semanais sem nenhum tipo de restrição. O residente terá visitas mensais a partir do primeiro mês de internação. No terceiro mês ele vem à nossa sede para dar seu depoimento para o grupo da família e a partir do sexto mês terá visitas de cinco dias à família. O residente é convidado a continuar o seu tratamento após a conclusão do processo na fazenda nos grupos de apoio, especialmente no grupo de seguimento da nossa sede.

Toda esta estrutura tem o objetivo de construir um ambiente adequado para salvar vidas.

PARE DE SOFRER COM AS DROGAS: VEM PRO CANÁ.

  • No Comments
  • Setembro 21, 2018
× Como posso te ajudar?