Saúde Mental: o que é isto?
By Cláudio

Saúde Mental: o que é isto?

Compartilhe

Definição:

Embora a Organização Mundial de Saúde alegue que não há como definir convencionalmente a saúde mental, há várias afirmações significativas sobre este conceito que podem contribuir para uma melhor compreensão de sua amplitude. A World Health Organization afirma que ela é uma condição na qual o ser humano alcança o que se denomina de bem-estar integral, o qual engloba as esferas orgânica, psíquica, social e espiritual; portanto, não diz respeito apenas à carência de enfermidades e fraquezas”.

Fonte: www.infoescola.com

A tragédia de Janaúba

Sobre as crianças mortas de Janaúba, sobre o atirador dos EUA (Las Vegas), entre tantos outros casos no Brasil e no mundo, uma amiga disse algo muito pertinente: “o mundo paga o preço por negligenciar  a saúde mental”.

Ainda existe muita ignorância, preconceito e negligência sobre os cuidados com a saúde mental. É tabu dizer que vai psicólogo ou ao psiquiatra.

Há mais de cem anos Freud descobriu e provou a ligação da mente sobre as doenças do corpo. Psicólogos e psiquiatra são médicos da alma, das emoções. Deveríamos ter orgulho de procurar ajuda com eles. Deveríamos cuidar da saúde mental como cuidamos do nosso corpo e, de alguma maneira, “malhar” a nossa mente como malhamos o nosso corpo.

De nada adianta tudo aquilo que você tem e é se você não tem saúde mental. Os altos índices de suicídios no mundo estão aí como prova disto.

Psicólogos e psiquiatras é coisa de gente valente, de gente humilde e guerreira. De gente muito corajosa, afinal, só os mais corajosos estão dispostos a assumir as rédeas da sua vida, a parar de culpar os outros pelas coisas ruins que lhe acontecem, a não jogar a sujeira para debaixo do tapete, a serem responsáveis pelas suas escolhas e pelo enfrentamento das suas consequências. Se você não tem saúde mental você não tem nada.

Obs.: Texto enviado via Whatzap por uma leitora.

A doutora Michele Zaira Menezes postou este texto abaixo nas redes sociais que nos convida a uma profunda reflexão sobre o massacre de Janaúba e de tantos outros:

O vigia era um doente mental e estava em tratamento pelo CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) de Janaúba-MG desde o ano de 2014. Olha, não culpo o cara não. Isso é comportamento de doente mental, eu culpo é a política de saúde mental do Governo Federal. Estou falando do ponto de vista psiquiátrico e ainda acho que temos poucas tragédias… Vocês não têm noção da quantidade de doente mental  que estão andando pelas ruas sem tratamento nenhum. Para começar, se este vigia tivesse falado com o psiquiatra em Janaúba que ele queria fazer isto onde ele seria internado? tem hospital aí no norte de Minas para internação?

Não estou falando que o que o cara fez é justificável, longe de mim, mas depois de setembro amarelo, mês de conscientização do suicídio, espero que tenha ficado claro que suicídio é consequência de doença psiquiátrica não tratada…

Não adiantam reclamar, esses casos deveriam alertar a sociedade sobre o rumo que a psiquiatria tomou no Brasil… NÃO EXISTE HOSPITAL PSIQUIATRICO ACESSÍVEL À POPULAÇÃO DE RISCO…

O governo federal só fechou os hospitais psiquiátricos e não dá suporte adequado aos CAPS e os doentes continuam nas ruas fazendo maldades…Ufa, desabafei…”

Adaptação: Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo clíinico

Meu comentário: segundo relato da imprensa, este homem pediu ajuda no CAPS. Morava sozinho e abandonado no meio dos seus delírios persecutórios. Precisava de uma internação urgente para controlar os seus surtos e jamais deveria estar trabalhando nestas condições emocionais.

A classe média e a população carente ficam convivendo com seus doentes mentais surtados, enquanto a elite paga fortunas nas clínicas psiquiátricas particulares. Tá certo isto?

Cláudio Martins Nogueira – Psicólogo Clínico

  • No Comments
  • Novembro 19, 2017
× Como posso te ajudar?